7º TEMA: SÍNTESE ESCATOLÓGICA

INTRODUÇÃO

Escatologia significa o estudo das coisas do fim. Se todos já tivessem lido toda a Bíblia, entenderiam bem melhor o que vai acontecer até ao fim do Mundo. Abordaremos os fatos na ordem cronológica como temos entendido e recebido de Deus.

Vamos estudar: a história e as 70 semanas de Daniel. Os sinais que Jesus anunciou e os 7 anos da Grande Tribulação. O Arrebatamento da Igreja. O fim da Grande Tribulação, a prisão de Satanás e início do Milênio. Como será o Milênio. O fim do Milênio e a soltura de Satanás. O Juízo Final e a destruição dos Céus (céus aqui se refere ao espaço sideral)  e da Terra. A criação de novos Céus, nova Terra, nova Jerusalém = Eternidade.

1) A HISTÓRIA E A GRANDE TRIBULAÇÃO

Iniciando, queremos afirmar que desde Adão e Eva até agora, todas as pessoas que já morreram salvas estão no Paraíso, isto é, no Céu; e as pessoas que morreram perdidas estão no Inferno, conforme os textos: (Lc. 23:39-43; 16:19-31; Jo 14:3; 17:24; Sl. 9:17; Mt. 23:33; 11:23). De Adão e Eva até Abraão, temos mais ou menos 2 mil anos. Nesse período, havia muitos crentes em Deus, como Enos, Enoque, etc.. Entretanto, Deus não tinha um povo exclusivo seu como Nação.

Então chamou Deus a Abraão, tirou-o da sua terra e o trouxe para Canaã (terra de Israel). Fez uma aliança com Abraão e prometeu levantar uma Nação da sua descendência, para ser o povo de Deus, através do qual Deus seria conhecido em todas as Nações da Terra (Gn. 12:1-3; Ex. 19:6; Sl. 96:3; II Rs 8:60). Abraão gerou a Isaque e, Isaque gerou a Jacó. Jacó gerou 12 filhos que deram origem às 12 tribos e que formaram a Nação de Israel.

  1. A)AS 70 SEMANAS DE DANIEL:Desde Abraão até Cristo, temos, aproximadamente, mais 2 mil anos. Nesse período, a Nação de Israel afastou–se dos caminhos de Deus por várias vezes. Deus trouxe o rei de Babilônia, Nabucodonosor, que destruiu Jerusalém, matou muitos do povo e levou a maioria para o exílio em Babilônia, onde o povo ficou por 70 anos.

Ao terminar os 70 anos, Deus mandou um Anjo revelar a Daniel como haveria de ser no futuro. Leiamos Dn. 9:23-27.

Estas 70 semanas são proféticas. Uma semana = 7 dias = 7 anos X 70 = 490 anos. O verso 25 diz: 7 + 62 = 69 semanas X 7 = 483 anos. O rei Artaxerxes que reinava em Babilônia, deu a ordem em 445 a.C. para o povo voltar. As 69 semanas = 483 anos, cumpriram–se com a ascensão de Jesus ao Céu. Nesse período, os judeus voltaram de Babilônia e reconstruíram o Templo e a cidade de Jerusalém. Do verso 26 para o 27 nota-se um intervalo. É o tempo da graça e da dispensação da Igreja. São os 2 mil anos de Cristo até agora.

  1. B)OS SINAIS PARA JESUS VOLTAR:A Nação de Israel era dominada pelo Império Romano desde 63 a. C., e continuou sem independência até 1948, quando foi recriada pela ONU. Isto aconteceu porque rejeitaram Jesus (Mt. 27:24-26). Muitos são os sinais que Jesus falou em Mt. 24 e Lc. 21 e, cremos, todos já se cumpriram.

Porém 4 são os mais importantes:

1o multiplicação da ciência no tempo do fim (Dan. 12:4),

2multiplicação da iniquidade,

3o o amor de muitos esfriando (Mt. 24:12). O quarto sinal é o mais importante de todos. A Nação de Israel restaurada com a capital em Jerusalém. Em Lc. 21:29-33 Jesus fala da figueira, que é um símbolo da Nação de Israel; e Jesus disse que, quando florescesse, não passaria esta geração sem que Ele voltasse.

Existem várias interpretações sobre esta geração de que Jesus falou. Eu creio, e a maioria dos estudiosos da Bíblia crê assim também, que Jesus falou da geração que havia de ver os sinais se cumprirem, e para mim são os nascidos a partir da guerra dos 6 dias de 1967, quando Jerusalém passou a ser a capital de Israel (antes era Tel-Aviv).

Jesus virá para Jerusalém e de lá reinará por mil anos sobre toda a Terra. Jerusalém é o relógio de Deus e o palco de todos os acontecimentos para o Mundo. Quando em Israel disserem há paz e segurança, então, lhes sobrevirá repentina destruição (I Ts. 5:3) e Jesus estará chegando.

  1. C)OS 7 ANOS E A GRANDE TRIBULAÇÃO:Cumpridas as 69 semanas, resta uma semana para se cumprir que são os 7 anos da Grande Tribulação. Esses 7 anos começarão em breve com uma aliança entre 10 Nações. Uma das 10 se revoltará e 3 serão afastadas da aliança. Ficará um total de 7 (Dn. 9:27; 7:7-8;  17:1-13 e v.18). Obs. cabeças, chifres, pontas ou diademas são Nações (Ap. 17:12). Elegerão um governante mundial, que é o anticristo (I Jo 2:18-22), (um homem no qual estará encarnado o próprio Satanás), que enganará a todos os povos com falsa paz e falsa solução para os problemas do Mundo, através de sinais e milagres de mentira (II Ts. 2:9-10).

Com o apoio das 7 Nações, conquistará e dominará todas as Nações da Terra por 7 anos, submetendo-as ao macabro domínio do Diabo (Ap. 13:1-18; II Ts. 2:1-12). A primeira besta é o anticristo que sai do mar, (mar significa multidões Ap. 17:15). A segunda besta é o falso profeta que sai da terra, (significa religião forte com todo o apoio político, chamada de Babilônia = confusão, e meretriz = doutrina satânica Ap. 17:1-5). Estes 7 anos são divididos em dois períodos de 3 anos e meio cada (Dan. 9:27). Nos primeiros 3 anos e meio a tribulação será mais branda e a Igreja ainda estará na Terra.

2) O ARREBATAMENTO DA IGREJA

No início dos segundos 3 anos e meio, o anticristo tira a máscara e declara-se como realmente é (Satanás), proíbe todas as religiões e qualquer forma de culto a Deus, exige todo o culto e adoração para si mesmo e persegue a Igreja (II Ts. 2:3-4; Dn. 9:27). É nessa ocasião que Jesus vem arrebatar a Igreja e ocorre a ressurreição (I Ts. 4:13-18; I Co. 15:50-55). Em Mt. 25:1-13 fala de 10 virgens (figura dos salvos), e das quais só 5 puderam entrar na festa. As outras não estavam preparadas. A noiva é a Igreja, e o noivo é Jesus que chega à meia-noite dos tempos (o ponto mais alto das trevas espirituais), e arrebata os salvos.

O Espírito Santo sobe com a Igreja e toda a Terra é entregue a Satanás. Logo após o Arrebatamento, cumprir-se-ão na Terra todos os grandes flagelos do Apocalipse: os selos, as taças, as trombetas, etc… Todos os salvos que não forem arrebatados serão martirizados (Ap. 6:9-117:13-1720:4). Os caps. 6 ao 9 de Ap. mostram que 2/3 da população de toda a Terra morrerá. Faltam palavras para descrever quão terrível será esse período da Grande Tribulação. Examinem bem o Apocalipse e entenderão isto melhor.

Os ressuscitados e nós os que formos arrebatados estaremos na grande festa das Bodas do Cordeiro no Céu (Ap. 19:7-912:1-17). Nota: um tempo = um ano. Tempos = dois anos. Metade de um tempo = seis meses. Total = três anos e meio, ou 42 meses, ou 1260 dias (Ap. 12:4-6; 13:5).

3) FIM DA GRANDE TRIBULAÇÃO, PRISÃO DE SATANÁS E INÍCIO DO MILÊNIO

Na parte final da Grande Tribulação, haverá a guerra do Armagedom em Israel, quando o Diabo ajuntará os exércitos de todas as Nações da Terra para destruir Israel. Neste ponto agudo Deus intervém a favor de Israel (Ap. 16:13-16Zc. 14:12-13; Ez. 38:19-23). Jesus desce do Céu conosco, já em corpos espirituais glorificados, e com os Anjos, destrói o restante dos exércitos das Nações que ainda lutam contra Israel, acaba com toda a Grande Tribulação e implanta o Milênio de paz.

Satanás e todos os demônios serão presos no

Inferno por mil  anos (Zc. 14:3-7;12:8-10Ap. 1:7; 17:11-14; 20:1-3).

4) O TEMPO DO MILÊNIO

Durante o Milênio Jesus será Rei sobre toda a Terra. A forma de governo no Mundo será a teocracia, (Teo, quer dizer Deus, e cracia = governo), reinado sacerdotal, governo de Deus. Deus mostrará que só Ele é a solução para todos os problemas da humanidade. Nós e os Anjos reinaremos com Jesus por mil anos (Zc. 14:9; Ap. 20:6; 5:10).

No Milênio, o Mundo será quase um Paraíso. Haverá longevidade de vida e muitos filhos, justiça plena, abundância de salvação, verdadeira paz para Israel e para o Mundo.

Paz entre nós e os animais selvagens. Acabarão a fome e a miséria e haverá prosperidade Universal (Is11:6-9; 32:1 e vs. 17 a 18; 33:6; 45:8; 55:13; 60:17-18 e v. 2265:19-20 e v. 25; Zc. 8:20-23).

5) FIM DO MILÊNIO E SOLTURA DE SATANÁS

Após os mil anos Satanás será solto. Sairá e enganará todas as Nações, levantando-as em guerra para destruir a Nação de Israel. Deus mandará fogo do Céu e destruirá todos (Ap. 20:7-10).

6) JUÍZO FINAL

Aqui ocorre o Juízo Final. Os salvos estarão à direita de Cristo e receberão o galardão conforme a obra de Deus que fizeram (Ap. 22:12). Satanás e todos os demônios, a morte e o Inferno, e todos os perdidos são lançados no lago de fogo para sempre. Aqui acabam a morte e o pecado (Ap. 20:10-1521:8; I Co. 15:54-55 e v. 26). Deus destrói os Céus e a Terra (Is. 51:6; Ap. 21:1; II Pd. 3:7 e v. 10).

7) CRIAÇÃO DE NOVOS CÉUS, NOVA TERRA, NOVA JERUSALÉM = ETERNIDADE

Deus cria novos Céus, nova Terra e a nova Jerusalém Celestial, puros, santos e sem pecado onde habita a justiça (Is. 65:17; 66:22; II Pd. 3:13; Ap. 21:9-27). Nós habitaremos para sempre com Deus na nova Jerusalém Celestial (Ap. 21:1-5; 22:1-5) servindo–O, louvando-O e adorando-O. Amém. O relógio de Deus aproxima-se da meia-noite dos tempos e o Anjo de Deus prepara-se para tocar a trombeta. Devemos orar e meditar na Bíblia dia e noite, a fim de estarmos preparados para subir. Breve Jesus virá.

CONCLUSÃO

Em breve começarão os 7 anos da Grande Tribulação. Pelo meio desse período nós seremos arrebatados para o Céu. Passaremos 3 anos e meio em glória na grande festa das Bodas do Cordeiro, enquanto na Terra se cumprem todos os grandes flagelos do Apocalipse. Após isto, Satanás é preso e nós voltaremos com Jesus para reinar no Milênio sobre toda a Terra. Depois, Satanás é solto, tenta destruir Israel, mas desce fogo do Céu e destrói a todos. Nós voltaremos para a glória do Céu.

Estaremos no Juízo Final à direita de Cristo e receberemos os galardões. Deus destrói o Céu e a Terra, e cria novo Céu, nova Terra e nova Jerusalém sem pecado. Para sempre habitaremos com o Senhor na nova Jerusalém Celestial, servindo-O e adorando-O. Preparemo-nos porque isto começará breve.

Responda Questionário F3

Tenha vitorias em Cristo.