12º TEMA: RESUMO DAS LEIS DE NOSSA IGREJA

1) DECLARAÇÃO DE FÉ

O Ministério Florescer adota e mantém a seguinte declaração de fé: Cremos em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho, e o Espírito Santo (Dt. 6.4; Mt. 28.19; Mc. 12.29); na inspiração verbal da Bíblia Sagrada, única via de regra infalível fé da normativa para a vida e o caráter cristão (2 Tm. 3.17-17); no nascimento virginal de Jesus , em sua morte vicária e expiatória, em sua ressurreição corporal dentre os mortos e na sua ascensão  vitoriosa aos céus (Is. 7.14; Rm.8.34; At. 1.9) ; na pecaminosidade do homem, que o destituiu da Glória de Deus , e que somente  o arrependimento e a fé na obra expiatória e redentora de Jesus o Cristo é  que o pode restaurar a Deus (Rm.3.23; at.3.19); na necessidade absoluta do novo nascimento pela fé em Cristo e pelo poder atuante do Espírito Santo e da Palavra de Deus , para  torna o homem  digno do Reino de Deus (Jo. 3.16); no perdão dos pecados, na salvação presente e perfeita e na eterna justificação  da alma, recebidos gratuitamente de Deus pela fé no sacrifício efetuada por Jesus Cristo em nosso favor (At.10.43; Rm.10.13); no batismo bíblico efetuado por imersão do copo inteiro uma só vez em águas, em nome do pai, do Filho e do Espírito Santo, conforme determinou o Senhor Jesus Cristo (Mt. 28.19; Rm.6.1-16; Cl.2.120; na necessidade e na possibilidade que temos de viver uma vida santa mediante a obra expiatória e redentora de Jesus no Calvário, através do poder regenerador , inspirador  e santificador do Espírito Santo que nos capacita a viver como fiéis testemunhas  do poder de Cristo(Hb.9.14; 1 Pe1.15,16); no batismo bíblico com o Espírito Santo , que é dado por Deus mediante a intercessão de Cristo, com evidencia , inicial de falar em outras línguas conforme a sua vontade (At.1.15; 2.4); na atualidade dos dons espirituais distribuídos pelo Espírito Santo para sua edificação, conforme a sua soberana vontade(1Co. 12.1-12); na segunda vinda Pré-milenial de Cristo, em duas fazes distintas: primeira invisível  ao mundo, para arrebatar sua igreja fiel da Terra antes da grande tribulação segunda  visível e corporal, com sua igreja glorificada, para reinar sobre o mundo durante mil anos (1 Ts. 4.16; 1Co. 15.51-54; Ap.20.4); que todos os cristão compareceram ante o tribunal de Cristo para receber a recompensa de seus feitos em favor da causa  de Cristo aqui na Terra (2 Co.2.10); no juízo vindouro que condenara os infiéis (Ap.20.11-15) e na vida eterna de gozo e felicidade para os fiéis e de tristeza e tormento para os infiéis. (Mt. 25.46)

1)     NOSSOS DIREITOS COMO MEMBROS

São diretos dos membros em plena comunhão com o Ministério Florescer:

Participar de atividades e cultos;

Receber orientação, assistência espiritual e social;

Exortar  e exercer a vigilância cristã;

Sugerir planos, apoiar discutir propostas, inclusive nas sessões da assembleia geral

Fazer proposições;

Votar e ser votado;

  1. a) só poderão ser votados para cargos administrativos na sede e congregações, os maiores de idade, os que se enquadram no artigo seis e que tenham suficiente conhecimento e experiência, dando-se preferência aos obreiros;
  2. b) para alguém exercer cargo eletivo na sede ou em suas igrejas e congregações, é indispensável decurso no mínimo um ano de prazo após sua profissão de fé ou admissão ao ministério Florescer;
  3. c) se membro observar Art. 8,tornar-se obreiro ,

Convocar a assembleia geral, com exposição de motivos assinados por no mínimo 1/5 dos membros em plena comunhão e no gozo de seus direitos;

Receber e portar a identidade de membro;

Requerer o seu desligamento do rol de membros

O membro com atitude de rebeldia ou divisão não será fornecida carta de mudança ou recomendação.

mesmo na dissolução do ministério Floresce seus membros não receberão em restituição valores referentes a anuidades, dízimos e outros títulos, nem contribuições que tiverem prestado ao seu patrimônio.

2)     NOSSOS  DEVERES COM MEMBROS

São deveres dos membros do Ministério Florescer:

Regrar a conduta para com os membros, congregados e demais pessoas, coletiva e individualmente, de acordo com a Bíblia Sagrada, com o novo código  civil, com este Estatuto e os bons princípios morais do cristianismo;

Contribuir regularmente para as despesas do culto, o sustento do ministério, a propaganda do evangelho, o desenvolvimento para o Reino de Deus na Terra e, para a consecução dos fins do Ministério Florescer

a ) os dízimos são contribuições voluntaria e um ato de fé, para todos os membros em plena comunhão com o Ministério Florescer e, os não membros e, incidem sobre todos os ganhos;

b ) as ofertas, ofertas de campanhas, votos, , doações, ajudas e outras contribuições são voluntárias.

Participar das reuniões enumeradas no Art.4, inciso I, e das sessões ordinárias e extraordinárias, da sede, igrejas e suas congregações;

Desempenhar, integral e fielmente qualquer missão recebida, assim como qualquer cargo foi eleito e investido, dele prestando contas a quem de direito;

  1. a) nenhuma renumeração será paga, a qualquer título, a membro do Ministério Florescer, seja na sede, suas igrejas, congregações e focos;
  2. b) toda atividade de membro, na consecução dos fins do Ministério Florescer, incluso suas igrejas, congregações e focos, será exercida e considerada como voluntária.

Honrar e pregar o evangelho de Cristo, pela vida e pela palavra;

Obedecer, honrar e respeitar as autoridades da sede, de sua igreja, congregação e foco;

Zelar pela unidade do ministério Florescer;

Cuidar do patrimônio do ministério Florescer, na sede, igrejas, congregações e focos;

Aceitar os princípios da declaração de fé

Votar

Em caso de membros: pagar anualmente o equivalente à 01% (um por cento) do salário mínimo em vigor para custear despesas de sua credencial.

Em caso de oficiais: pagar anualmente o equivalente à 02% (dois por cento) do salário mínimo em vigor para custear despesas de sua credencial.

Responda Questionário F3

Tenha vitorias em Cristo.